A Geladeira é realmente necessária?

Geladeira_aberta_01

A pergunta surge sempre que alguém está prestes a sair da casa dos pais: que tamanho de geladeira comprar? Quando passei por isso, fui aconselhado a adquirir um refrigerador de grande capacidade, pensando em uma família no futuro. Mas decidi comprar uma de tamanho médio, que jamais esteve cheia.

O conselho não estava errado, só é fruto da mentalidade de outra época: a “necessidade” de refrigeradores gigantes se baseava em uma dieta composta por alimentos congelados e processados, que exigem baixas temperaturas para sua conservação, em um esquema de compras mensais em grandes supermercados. Com o surgimento do movimento ambientalista, isso está mudando na medida em que tentamos abandonar os alimentos processados, escolher frutas e verduras da estação e comprar comida “de verdade”. Para quem se alimenta desta forma, a geladeira serve apenas para conservar bebidas, produtos lácteos ou carnes.

Como conservar as frutas?

Para aumentar a vida das frutas, a dica é mantê-las próximas da umidade. Para isso, coloque água em um pote e cubra-o com uma tampa cheia de furos, onde devem ficar os alimentos. A água evapora e umedece as frutas. Lembre-se de reabastecer o estoque de água diariamente. (Lembrete: chuchu, berinjela, pepino e pimentão também são frutas.)

As maçãs emitem gás etileno, que acelera o amadurecimento de outras frutas e vegetais. Portanto, deixe-as isoladas – ou perto de batatas. O mesmo gás retarda o processo de germinação. Aliás, deixe as batatas em lugares escuros (como costumavam ficar, debaixo da terra).

Embora a abobrinha, a berinjela e o pepino sejam considerados legumes, na verdade, são frutas. Para mantê-los frescos, deixe-os fora da geladeira e molhe todos os dias.

E os vegetais?

Enquanto plantados, os vegetais ficam na vertical. Quando você os deixa deitados, eles estragam mais rápido. Portanto, deixe cenouras, cebolas e outros vegetais de raiz em pé para mantê-los frescos. Para isso, coloque um pouco de areia num potinho e firme-os ali. Alface e ervas vão em um vaso com água para durar mais.

Alguns alimentos exigem mais atenção.

Iogurtes, queijo e leite pedem mais cuidados. A primeira dica para armazená-los fora da geladeira é abusar da água. Mergulhe os recipientes numa pia com água fria. Mas também não dá para fazer milagre. Nesses casos, o prazo de validade é menor – recomenda-se consumir os alimentos em menos de 24 horas.

Os ovos têm milhões de orifícios na casca, que absorvem odores com grande facilidade. Se você os guardar na geladeira com outros ingredientes, adquirem um sabor desagradável. Para saber se estão frescos, coloque cada em um copo de água: se afundar, o ovo está fresco; se flutuar, deve ser descartado.

Para manter os temperos secos e sem pelotas, cubra a tampa do recipiente com arroz, que absorve rapidamente a umidade.

Fonte: Discovery e Planeta Sustentável.

Anúncios

One Reply to “A Geladeira é realmente necessária?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s